Bela estréia com 'Pueblo Chico Infierno Grande'
* Fernando Rosa

A banda Alfombra Roja é natural de Valencia, estado de Carabobo, na Venezuela. Recentemente, lançou seu disco de estréia – "Pueblo Chico Infierno Grande" -, por um selo independente local. O disco foi gravado após a banda ganhar o Festival Nuevas Bandas, em 2010. O mesmo festival já revelou nomes como Los Mentas, Los Amigos Invisibles, Candy 66, Caramelos de Cianuro, La Puta Electrica, La Vida Boheme e Vinilo Versus, entre outras bandas.

Alfombra Roja é uma banda de “rock and roll”, com influência dos anos 60, 70 e, especialmente, dos anos 90. “Tenemos mucha influencia de los 90's, quizas parte de eso se puede apreciar en la voz, es un sonido crudo, cortante, característico de muchos interpretes del genero de esa gran época”, explicam em entrevista para Senhor F. Isso pode ser ouvido no disco, um belo exemplo de que ainda existe “rock” sendo produzido na América do Sul.

“Ganar el festival fue un impulso para darnos a conocer a nivel nacional, y tocar en varias ciudades del pais donde nos abrieron las puertas”, dizem. “Otro gran beneficio que obtuvimos fue la publicidad en prensa y revistas nacionales”, continuam. Apesar disso, a banda teve de bancar seu disco de estréia de forma totalmente independente, o que resultou em um atraso no lançamento do disco.

“En Venezuela el problema radica desde el nucleo, no hay apoyo a nivel nacional para las bandas. Aqui hay mucho talento pero somos un pais donde la gran mayoría tiene pocos recursos monetários. Es difícil surgir sin el impulso de una disquera (gravadora), o un manager que invierta millones en tu talento. Eso esta prácticamente ausente acá, son muy pocos los privilegiados que han logrado obtener ese apoyo”.

Para os integrantes da banda, que citam Paralamas do Sucesso, Caetano Veloso, Sepultura, quando falam do Brasil, é fundamental e existência de festivais que busquem a integração do continente. “Hemos oído de algunos festivales donde bandas hermanas han tenido la oportunidad de participar, como "Rock al Parque" y "El Mapa de Todos" que recientemente lo descubrimos”. “Nos da satisfacción saber que hay un movimiento musical afuera que trata de involucrar bandas "underground" de diversos países”.

“Creemos que se puede integrar la musica de nuestro continente, porque no? Bandas hay de sobra y todas seguramente apoyaran las organizaciones que se atrevan a invertir en ellas, en festivales, en promocionar la musica”, apostam eles. “Como comentamos anteriormente, hace falta trabajar las carencias desde la base de la piramide, hacerlo en cada pais para que haya mayor oportunidad, esperemos que con el tiempo sucedan algunos câmbios”.

Para Alfombra Roja, a música é cultura e arte, portanto parte importante da identidade musical de um país. “Si el gobierno no lo fomenta queda en un tercer plano y no llega a traspasar ninguna barrera”, advertem. Mas, mesmo havendo festivais e eventos apoiados pelo governo, o espaço não é suficiente para a grande demanda de bandas existentes na Venezuela. Diante disso, os próprios artistas e algumas organizações e empresas privadas tomam iniciativa de produzir eventos.

“Esta claro que necesitamos unirnos y crear mas oportunidades para que la musica atraviese con mayor facilidad las fronteras - ustedes estan trabajando en eso -, apostando a la musica hecha en casa”, afirmam os integrantes de Alfombra Roja. “Algunas organizaciones deberían trabajar en conjunto, crear festivales donde se involucren bandas de varias nacionalidades y distintos gêneros”, defendem eles.

-> Baixe aqui o disco Pueblo Chico Infierno Grande” .

 
 
agência     revista     edição antiga
El Mapa de Todos 2012: vitória da música de todos os povos
Em três dias, ritmos, gêneros, gerações, diferentes países e um público vibrante transformaram a casa de shows Opinião e a Cidade Baixa, em Porto Alegre, um território livre da integração iberoamericana.
  FERNANDO ROSA
  Slade Alive!, o punk antecipado ao vivo
  FERNANDO ROSA
  Chico, Duprat e Construção
  MELHORES DE 2012
  Nossa lista de discos, coletâneas & extras e músicas
  MELHORES DE 2011
  A lista dos melhores discos iberoamericanos para Senhor F (& anglo-saxões)
  EL MAPA DE TODOS
  Top 25 Ibero-americanos 00/2009: mundo mais criativo, colorido e feliz
  ESPECIAL
  10 discos clássicos da psicodelia latina dos anos 60
   
 
  FERNANDO ROSA
  El Mapa de Todos: diversidade, com conceito e resposta do público
  FERNANDO ROSA
  Lennon vive: 'realize seus sonhos'
  FERNANDO ROSA
  A incrível história da música 'Llorando Se Fue'
   
 
  VARIOS
  Nuevos Medios, 30 anos de vanguarda, qualidade e senso pop
  VÁRIOS
  “Somos assim”, 25 discos independente brasileiros dos anos 00
  EL MATO A UN POLICIA MOTORIZADO
  La Dinastia Scorpio, definitivamente entre os grandes
  JUAN CIREROL
  Haciendo Leña, o renascimento do folclore mexicano
  COMPAY QUINTO
  El Diablo, a música tropical peruano-caribenha
  CUARTETO CONTINETAL
  El Auténtico e Imbatible, clássicos da cumbia pegadita
  CUMBIAS CHICHADÉLICAS
  Peruvian Psychedelic Chicha: lendários guitarristas peruanos
  CUMBIA BEAT
  Tropical Sounds of Peru (volume 2) / 1966 - 1983
  ALFOMBRA ROJA
  Bela estréia com 'Pueblo Chico Infierno Grande'
  DAVILA 666
  'Tan Bajo', teenage-pop con basura
  O CURINGA
  O Curinga, o melhor do rock gaúcho 'perto' da capital
  BARETO
  Ves lo quieres ver: música para conquistar o continente
   
 
  BLUES PROJECT
  Clássico do 'blues branco' ao vivo
  THE BATS
  'Daddy's Highway', poesia em forma de música pop
  SQUIRREL BAIT
  Squirrel Bait, os mais preciosos '20 minutos' dos anos 80
  NICOLAI DUNGER
  Tranquil Isolation, conexão sueca-americana
  LOS PLANETAS
  Principios Básicos de Astronomia, o melhor do indie espanhol
  THE TROGGS
  Groin Thunder!, clássico tributo aos Troggs
  LOS FUCKIN SOMBREROS
  Bazuka!, canções, guitarras e senso pop
  J. GEILS BAND
  Full House, um dos melhores discos ao vivo da história
  LOS DESTELLOS
  Los Destellos, pioneiro da cúmbia psicodélica peruana
  LA BARRANCA
  'El Fuego de la noche', legenda do rock mexicano
  FLIPPER
  Generic Flipper, na origem do grunge
  COMETS ON FIRE
  Blue Cathedral, uma tormenta no deserto roqueiro dos anos 00
  LOS ESTOMAGOS
  'Tango Que Me Hiciste Mal', marco do rock uruguaio pós-ditadura
  BUENOS MUCHACHOS
  Amanecer Búho, o melhor rock moderno do Uruguai
  LYRES
  'On Fire', explosão garageira no início dos 80, relançado na Espanha
   
 
 

INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA
Saiba mais sobre o Festival El Mapa de Todos e os artistas latinos que participaram na edição 2012

O festival ocorreu nos dias 6,7 e 8, em Porto Alegre, na casa de shows Opinião, com patrocínio da Petrobras, via Lei Rouanet, do Ministério da Cultura do Brasil, e apoio especial da Secretaria de Cultura do Estado do RS e da central sindical Força Sindical - RS.

> Ouça entrevista com o jornalista argentino Claudio Kleiman sobre o festival, feita por Joseba Martin, do programa La Jungla Sonora, da Rádio Euskadi, do País Basco, Espanha.

A gaúcha The Tape Disaster lança seu segundo trabalho, o single "A Voz do Fogo". São dois temas instrumentais, com a qualidade de uma das melhores bandas instrumentais do país.
"Uma das mais gratas surpresas de 2010", escreveu Fábio Massari apresentando o disco em sua coluna na internet. O disco de estréia dos brasilienses é a nova aposta de Senhor F Discos.
Em dezembro a Noite Senhor F completou 2 anos em POA, com produção de Brisa Daitx. Em março, retorna para o Opinião, apostando na cena independente. Em breve, o lineup da 1ª Noite.
Desde janeiro de 2008, veiculado pela Rádio Câmara, da Câmara dos Deputados, o programa Senhor F Sem Fronteira difunde a música iberoamericana de todas as gerações e países.
O Programa Senhor F não está sendo mais veiculado pela Rádio Ipanema, de Porto Alegre. Segundo a produção, deverá retornar em breve, em outra emissora, ainda sem definição.
Veja como foram as edições anteriores do Festival El Mapa de Todos. Também aguarde aqui informações sobre a nova edição, já confirmada. Novamente em Porto Alegre, no final do ano.